Seguidores

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Bom dia! Porque se não for...Será!





Segundona brava... dia já amanhece quente, telefonemas e informações ja estão empipocando deixando minha cabeça atordoada. Necessito férias e urgente. Férias de mim também! rs. Ojalá permita!

Não contei aqui mas vou contar... perdi um amigo muito querido no carnaval, um menino lindo com seus 28 anos cheio de vida e de uma beleza fenomenal. Vitor é o nome dele. Quando ele me conheceu ele tinha uns 13 anos e quando me viu ficou olhando por horas.. e eu ja tinha meu filho e este estava chorando muito... ele me disse... Eu sonho em ser Pai. De lá pra cá esse menino foi assim.. super especial na minha vida... quando ele ia completar seus 18 anos... ele me telefonou e disse:" Sabia que amanhã eu completo 18 anos, isso significa que já posso querer vc pra mim." Eu quase morri. Com essa declaração inusitada. E assim foi ate pouco tempo... a gente saía, conversava muito... um carinho espetacular... e ele sempre foi muito agitado, intenso. Um menino que tinha trocentos amigos e não deixava de dar atenção a nenhum. E eu sei que no fundo ele era carente da figura paterna. O pai não morava junto e não era presente na vida dele. Assim ele distribuiu carinho, amor pelos amigos, e cuidou muito da mãe e avó...  com isso teve um vida feliz mas muito pesada... quando eu falo INTENSA... é porque foi isso mesmo. Ele cuidava de todos mas não conseguia cuidar dele mesmo. E muitas vezes ele me ligava dizendo "... Fica comigo, Cara.. vc é a única que pode me ajudar.. porque vc é a única que me faz sentir bem."
E cantava a música do Lulu Santos... ela me faz tão bem.
Enfim... ele se foi, no carnaval, vítima de um enfarto fulminante. Foi encontrar a paz que tanto precisava. O verdadeiro amor de Pai.
Ficou um vazio enorme no meu coração... uma lacuna, um monte de ? e um combinado interrompido. Eu sempre respondia as suas investidas assim:   .. um dia Vitor, quando vc estiver com seus 30 anos, 40... a gente vai conversar sobre nós dois. por enquanto não dá!  (rs).




Não era sexo, não era amor vazio, é amor de alma. Um amor especial que não necessitava contato físico, mas que com certeza marcou a minha história e que mesmo com a morte... não vai apagar jamais. Porque? Porque eu sei que é eterno. E a gente se fala mesmo em outros planos... O coração fala... E um dia a gente vai se abraçar e matar essa saudade gigantesca que aperta aqui dentro .. só pra gente rir dos encontros e desencontros da vida... Ah e tem mais Vítor,não te contei ainda...sabe a pessoa que tava ai me fazendo bem , muito bem, nestes dias? então... ontem levei um choque de realidade. Abalou meu coração de mulher. Não ria, não ria! hahaha... A gente vai se falando por aí. Agora vai ficar até mais barato, porque se o meu telefone cortar,ou a  internet, por falta de pagamento... nossa comunicação agora  é rápida e 0800.

Hj o meu amor é todo pra vc, Vítor!


Aqui ele estava com quase seus 18 anos... Peça rara!




Bom dia blog, bom dia Vitor,  Bom dia vida!

Se vc ama algúem... fale a respeito, sorria, peça desculpas, não perca a oportunidade de viver o hoje, de ser melhor com vc, Porque essa saudade é infinita e machuca.
Um grande beijo a todos, uma ótima semana e ame muitoooooooooooo!

Lila


4 comentários:

  1. Que intenso...
    Que o Vitor descanse em paz.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que história linda...lamento muito por sua perda!
    :)


    Bom começo de semana!

    ResponderExcluir
  3. Olá Lila, fiquei bastante emocionada com sua história, realmente uma perda que a gente não espera. Sinto muito pela sua perda, e que Deus possa te dar consolo para superar esse momento.
    bjos
    Maysa

    ResponderExcluir
  4. É...a gente tem de dizer o que tem no peito HOJE, pois amanhã talvez não se tenha a oportunidade.

    ResponderExcluir

Adoro ler seu comentário. Isso me deixa muito mais feliz. Obrigada!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Atalho do Facebook